«Voltar

LEGISLADORES AFRICANOS ABORDAM REFORÇO DA DIPLOMACIA

O Presidente da Assembleia Nacional da Turquia, Mustafa Shentop, no seu discurso de boas-vindas, destacou que todos os países do mundo precisam de canais de diálogo e cooperação.

"Acreditamos que a diplomacia parlamentar começou a desempenhar um papel muito importante exemplo disto é a realização deste Fórum tão representativo”, realçou.

Mustafa Shentop pediu aos parlamentares para unirem esforços para o combater as ameaças do terrorismo internacional e do extremismo, bem como para reforçar o papel das instituições de direito internacional.

 

EGIPTO

O Presidente da Câmara dos Representantes do Parlamento do Egito, Ali Abdel Al, observou que o Fórum acontece num momento em que os conflitos económicos, políticos e culturais assolam o mundo.

“Os parlamentos, como representantes das nações, desempenham um papel muito importante na luta contra esses conflitos e estão na vanguarda do combate a esses desafios”,disse o parlamentar egípcio apelando a união de todos em busca de soluções para superar esses problemas.

 

EMIRADOS ÁRABES UNIDOS

A Presidente do Conselho Nacional Federal dos Emirados Árabes Unidos, Amal Al Kubaysi, expressou profunda gratidão ao parlamento russo e separadamente ao Presidente da Duma, Vyacheslav Volodin, pelo convite.

A parlamentar reconhece a importância do certame para o desenvolvimento das relações entre os dois países enfatizando a sua tese de combate à pobreza, terrorismo e ao extremismo. Para resolver todos os problemas apresentados a líder pediu para usar ativamente o potencial da geração mais jovem.

 

ARMÉNIA

Ararat Mirzoyan, Presidente da Assembleia Nacional da Arménia, também agradeceu o convite.

"Estou confiante de que este fórum internacional irá proporcionar uma interacção positiva entre todos os parlamentos sobre as questões-chave da cooperação parlamentar",disse Ararat Mirzoyan.

De acordo com o representante da Arménia, o papel crescente dos parlamentos no campo das relações internacionais é essencial para resolver questões de segurança global e regional, ecologia, entre outras. Ararat Mirzoyan enfatizou o papel da União Interparlamentar.