«Voltar

DESESTRUTURAÇÃO DAS FAMÍLIAS PREOCUPA DEPUTADAS

O Grupo de Mulheres Parlamentares (GMP) manifestou nesta terça-feira, dia 06, a sua preocupação com o alto nível de desestruturação das famílias verificado na sociedade angolana, durante a Mesa Redonda dedicada à "Reflexão sobre as Famílias, Cidadania e Valores".

No entender da Deputada Luísa Damião, Presidente do Grupo de Mulheres Parlamentares, a desestruturação das famílias tem, de certa forma, provocado o aumento de casos de violência no seio familiar.

“Queremos lançar um vibrante apelo a todos os nossos parceiros sociais e, em especial, as igrejas para desenvolvermos uma forte campanha de moralização da sociedade, dando ênfase a necessidade de coesão no seio das famílias, no combate à violência e na valorização das mulheres”, salientou a parlamentar.

Para solucionar o problema do excesso de casos de violência doméstica constatados no País, a Deputada Luísa Damião é de opinião que a sociedade deve adoptar a cultura da denúncia destes casos, com o objectivo de punir exemplarmente os infractores. 

“A existência em Angola de uma Lei contra a violência doméstica constitui um ganho para as famílias angolanas e afigura-se como medida de grande alcance para a pacificação e harmonização dos lares, aliadas a outras medidas de educação para a prevenção”,reforçou a Presidente do GMP.

Por outro lado, a Deputada Luísa Damião fez ainda referência a questão do empoderamento da mulher que este ano é considerado o signo das comemorações do Dia Internacional da Mulher.

“A ambiciosa agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável adoptada pelas Nações Unidas lembra-nos que o pleno empoderamento de meninas e mulheres é um dos impulsos mais poderosos para o desenvolvimento da Humanidade”, ressaltou a Deputada do MPLA.

A desigualdade entre homens e mulheres foi também registada como um indicador que penaliza as sociedades, quer na vertente social, como na económica, enfraquecendo deste modo o desenvolvimento sustentável das mesmas.

“Por isso, advogamos a promoção e aumento de políticas públicas a favor das mulheres com o sentido de defender os seus direitos, harmonizar as famílias e eliminar de todas as formas a discriminação e a violência no seio das famílias”, apelou à legisladora.

Integraram a Mesa Redonda sobre “Reflexão sobre Família, Cidadania e Valores”, a Deputada Helena Bonguela Abel, 2ª Vice-presidente do GMP, a Deputada Clarice Mukinda e a Deputada Cândida Narciso.