«Voltar

CHINA QUER APROFUNDAR CONFIANÇA POLÍTICA COM ANGOLA

Pela primeira vez em Angola, o Vice-Presidente do Comité Permanente da Assembleia Popular da China, Wang Chen, manifestou a sua satisfação por estar em solo nacional e apresentou a sua visão sobre as relações bilaterais entre os dois países.

"Desde o estabelecimento das relações diplomáticas, as duas partes têm persistido na sinceridade e amizade, especialmente a partir da criação da parceria estratégica em 2010. Ao longo dos anos, a China já ofereceu a Angola recursos financeiros no valor superior de 50 bilhões de dólares norte-americanos, apoiando na implementação de projectos (mais de 340) e na construção de infraestruturas”,avançou o parlamentar nipónico.

De acordo com Wang Chen, Angola é o segundo destino de investimento da China no continente africano. As empresas chinesas já investiram no nosso país mais de 12 bilhões de dólares norte-americanos. Em 2018, o Presidente da República, João Lourenço, deslocou-se por duas vezes à China e os dois líderes traçaram o plano de orientação para o desenvolvimento da parceria estratégica China-Angola nos próximos tempos.

Olhando para o intercâmbio entre os órgãos legislativos dos dois países, factores importantes para a vida política e para o desenvolvimento socioeconómico do Estado, o Vice-presidente fez saber que as relações são satisfatórias mas podem ser melhoradas afirmando que o Comité Permanente da Assembleia Popular da China está disposto a reforçar a cooperação com o Parlamento angolano em diversos domínios.

O primeiro aspecto prende-se com o aprofundamento da confiança política mútua. Em seguida, criar um bom ambiente legislativo para uma relação com benefícios comuns e reforçar as trocas de experiências de governação”, enumerou Wang Chen.

A Primeira Vice-Presidente da Assembleia Nacional, Emília Carlota Dias, em representação do Presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, fez as honras da casa dando as boas vindas aos visitantes.

“Esta visita vem reforçar e relembrar o valor dos memorandos sobre o estado da cooperação entre os dois países e povos”, disse a parlamentar. 

Depois deste encontro com os parlamentares angolanos, Wang Chen e a sua comitiva mantiveram um encontro de cortesia com os Presidentes dos Grupos Parlamentares.

No período da tarde, a delegação chinesa efectuou uma visita guiada às instalações da Assembleia Nacional, ao Memorial António Agostinho Neto e ainda ao Museu de História Militar.

Para esta quarta-feira, último dia de trabalho, está agendado um encontro com o Presidente da República, João Lourenço, bem como uma visita a alguns empreendimentos erguidos com investimento chinês, como é o caso da Centralidade do Kilamba e a base da CITIC.